Sábado, 19 de Abril de 2008

A chuva dia triste, pensamentos...

Hoje deixo cair mais uma lágrima, mas desta vez ainda não descobri se é de alegria, tristeza, ou as duas coisas…ajudem-me a analisá-la!

Levei as coisas com calma, tentei ao máximo fazer com que tudo fosse diferente, como tenho dito o passado ajudou-me a não cometer os mesmos erros, mas será que aprendi tudo o que havia a aprender?

Devagar, aos poucos, aprendi a conhecer-te melhor, ao mesmo tempo que me deixava levar por um misto de sentimentos, tão bom estar na tua companhia, tão belo o teu sorriso, presença enriquecedora a tua na minha vida! Aos poucos deixei os meus sentimentos evoluírem e hoje, apesar de não saber se chega a ser paixão, acredita é algo muito especial! Por muito que eu recorde o passado, jamais em tempo algum me senti tão bem na companhia de uma pessoa como me sinto quando estás perto de mim. Serás perfeita…

Olho para ti e vejo tudo o que eu mais queria num sonho meu, um sonho de pessoa, sorriso sincero, alma pura, bastante compreensiva e acima de tudo és um livro aberto, não escondes nada, não usas o mistério como protecção, és tu ao natural, mas tudo isto mudou afinal não eras o que pensava…

Quando aprendi a conhecer-te, julguei estar a viver um sonho, mas como me sentia bem acordado, acreditei então estar diante da perfeição!

Mas será que a perfeição existe?

Aos poucos e depois de te falar do que sentia por ti, continuei a acreditar que ainda poderia dar certo e alimentei em mim a esperança, fui à luta, sem grandes pressões continuei ao teu lado diariamente, tomei cafés, abracei-te, sorri para ti…fui sempre eu, sem máscaras! Assim continuamos a nossa caminhada até ao dia em que tu me disseste que as coisas estariam a mudar, no dia em que tu me disseste que talvez não desse certo…

 

Olhei para ti, olhaste para mim e trocamos ali mais um beijo de mentira, mas ao mesmo tempo senti que algo estaria errado, não me perguntes porque o achei, mas a verdade é que não senti a tua presença como deveria de ser!

Foi bom, confesso que sim, enquanto durou… Dois dias depois eu próprio falei contigo, eu próprio te coloquei as questões e acabaste por confessar estares a contrariar os teus sentimentos!

Mais uma vez o defeito é meu, afinal eu sou sempre perfeito demais…

Mas será que a perfeição existe?

Hoje, passado tanto tempo, estou aqui a escrever para ti, mesmo sabendo que jamais lerás estas linhas onde escrevo com todo o meu sentimento! E estou a escrever, porque ainda não sei o que fazer…

Desistir? Baixar os braços?

Não sei.

Tenho continuado a sair, ambos fazemos questão disso, tentando me afastar destes pensamentos que não me abandonam..

Aproximar me de ti? Tu próprio não o permites e quando falamos disso, notei mágoa no teu olhar…

Vamos então prosseguir esta nossa caminhada, vamos continuar a sair com os nossos amigos que nos adoram, vou continuar a sair com os meus amigos com os quais também aprendo a lidar… Vamos procurar amigos, quem sabe os melhores de sempre, quem sabe para sempre!

Vamos em frente e depois mais tarde quem sabe?!Um grande amor poderá nascer da mais bela amizade!

 

Para o sempre!!!

publicado por jose às 10:58
link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar

 

.posts recentes

. No Mundo, existe sempre u...

. Como nos enganamos com as...

. Anjo meu !!!

. Tristes pensamentos...

. A chuva dia triste, pensa...

. Que tempo é este...

. Mais um momento...

. Mais um momento de angust...

. A vida...

. Pai...

.Calendario

.Relogio

.online

.A minha radio

.Contador

.A sua sorte..