Domingo, 20 de Abril de 2008

Tristes pensamentos...

Gostava de me sentir especial, de me sentir útil e importante para alguém, ter alguém que sempre chama por mim quando precisa e que me não negue ajuda sempre que estou a ser incompreensível, me não consigo explicar ou simplesmente estou mal. Gostava de sentir que posso contar com a outra pessoa mesmo quando ela está com problemas e saber que esses problemas não a vão afastar de mim nem vão fazer com que ela deixe de olhar para mim nesse momento. Gostava que alguém por uma vez na vida me pusesse À frente de todos, não estou a dizer deixar de fazer nada por mim mas sim me assumisse independentemente do que os outros dissessem, que não duvidasse de mim nem tão pouco da minha palavra, que não metesse em causa o que eu sinto nem as coisas que mais preso neste mundo, que um olhar chegasse em vez de uma explicação... Que me não acusasse nunca por coisas que não fiz...

Infelizmente ainda está por nascer a pessoa que não vai algum dia acusar alguém de alguma coisa que essa pessoa não fez, ou porque as evidencias apontam para tal, ou porque não quer admitir que possa haver uma explicação, ou até talvez seja mais fácil acreditar na primeira coisa que os “olhos vêm”, como se o que eles vissem não estivesse condicionado pela cabeça das pessoas que por eles miram...

No mundo em que vivemos as pessoas são más! É certo que há umas piores que outras mas na hora de apontar o dedo (umas mais outras menos) mas todas estão lá, todas estão sempre prontas a ser injustas e a acreditar em si mesmas como se detivessem a razão só porque alguém não consegue explicar algo. A arrogância do mundo, essa estúpida convicção de que as pessoas sozinhas é que estão certas, o desrespeito, entristece-me muito. Neste momento já não acredito em sonhos, eles foram destruídos pelo mundo e principalmente pelas pessoas que eu acreditava que podiam tornar, não digo este, mas o “meu mundo” melhor.

Desfaz-se o sonho, pena-se a realidade.

E para quem acredita que a realidade pode ser vista de uma forma mais alegre desengane-se, a realidade é cruel, tudo o que de bom se vê é uma ilusão. Eu próprio admito que prefiro viver nesse sonho, enquanto lá estou posso sentir um pouco da felicidade ainda que irreal. Para mim o sonhar ainda vale a pena, mesmo sabendo que no instante a seguir vamos cair... enquanto não caímos somos afortunados e se nunca cairmos é porque nunca fomos felizes...

Só alguém igual a ti te compreenderá mas como não existe ninguém igual a ninguém nunca alguém te compreenderá, podem tolerar-te, e é uma sorte que isso aconteça, mas nunca mais que isso, segundo as tuas ideias vais sempre ser considerado um louco, só quem te tolera jamais tu dirá. Tolerar podermos igualar a respeitar, para evitar enganos na utilização da palavra. Assim, corta-se de todo a liberdade de pensamento e consegue-se limitar o que estamos a escrever à nossa mente e À nossa própria ideia…

publicado por jose às 19:03
link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar

 

.posts recentes

. No Mundo, existe sempre u...

. Como nos enganamos com as...

. Anjo meu !!!

. Tristes pensamentos...

. A chuva dia triste, pensa...

. Que tempo é este...

. Mais um momento...

. Mais um momento de angust...

. A vida...

. Pai...

.Calendario

.Relogio

.online

.A minha radio

.Contador

.A sua sorte..